Número total de visualizações de página

quarta-feira, 5 de junho de 2013

O que interessam os alunos? Para os Sindicatos, Zero!

Os Sindicatos dos Professores teimam fazer greve aos exames. 
Aliás, fazem greve contra tudo o que mexa. Contra todos os Ministros e contra todos os Governos. Contra eles próprios que, greve a greve, contestação a contestação, se vão desacreditando.
Julgam-se o princípio e o fim. Os alunos meros instrumentos e empecilhos. E pensam que são os únicos a marchar certo. 
Destroem a escola pública, que tanto juram defender. O que acabará por não ser um mal; talvez seja mesmo a via mais rápida para erguer um novo modelo de ensino, baseado na livre escolha. 
Onde os bons professores terão todas as oportunidades. E os alunos também.  

8 comentários:

Luis Moreira disse...

O que sa passa na educação, há tantos anos, é inaceitável. Autonomia e avaliação são precisas...

murphy V. disse...

Precisamente sobre esta questão: o interesse dos sindicatos pelos alunos, ver este link:

http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/05/a-agenda-dos-sindicatos-e-defesa-do.html

É a prova como a Fenprof usa os alunos apenas para sustentar as suas posições.

Floribundus disse...

Na escola Delfim Santos
Anda um prof a pressionar os prfs a fazer greve e adizer que só perdem a hora da greve.
Toma nota dos nomes

Pinho Cardão disse...

Caro Murphy V.:

Claro que os alunos são mero objecto descartável.

Pinho Cardão disse...

Caro Murphy:
O Blog Jornalismo assim foi junto à Lista do 4R

Tonibler disse...

Não se pode dizer que a culpa seja dos sindicatos.

A verdade é que esta cena se repete 2 a 3 vezes por ano, num conjunto alargado de pessoas que incluem como estado profissional "baixa", que usufruem de um horário reduzido para preparação mas não conseguem adaptar-se a mudanças de programa sem que lhes seja dado tempo, têm um mês de férias e 4 de indisponibilidade, que são responsáveis pelo pior resultado relativo da Europa, foram considerados como a maior causa de desigualdade social de todo o mundo civilizado,..... e podia continuar por aí fora.

E a culpa é dos sindicatos? A culpa é de quem os atura. Não se percebe como é que é possível que hajam governos em funções com este estado de coisas e que dura há décadas.

É para isto que o povo teria um presidente da república, para decretar um estado de excepção e fazer a requisição militar para o dia dos exames. Mas isso seria esperar uma solução do maior problema que o país tem que, também, não se pode dizer que seja culpa dele. Não era segredo para ninguém que aquilo não valia um caracol...

murphy V. disse...

Caro Pinho Cardão,

Obrigado.

Francisco disse...

E parece que são 247 os "professores sindicalistas", pagos pelos nossos impostos para fazer greves, manifestações, esperas e bloqueios aos membros do governo,...