Número total de visualizações de página

domingo, 17 de maio de 2009

Cinzas dos cremados

As cinzas dos cremados já podem ser transformadas em diamantes. Agora podem ser utilizadas para “criar” corais.
Joalharia e ambiente. Duas utilidades para as cinzas.

4 comentários:

Bartolomeu disse...

Devereos então render homenagem a Antoine Lavoisier e... esperar que o valor do diamante suba na bolsa de valores para as pedras preciosas.
;)

Salvador Massano Cardoso disse...

Bem-vindo amigo Bartolomeu!Tem andado desaparecido...

Olhe que já há pessoas a transportarem os seus familiares nos dedos e em colares! Não tive conhecimento de botões de punho, mas não me admira nada...

Bartolomeu disse...

Muito agradecido pela calorosa recepecção caríssimo Professor.
Soube ha dias que na Turquia, não sei se somente na Capadócia se n'outros locais tambem, existe um «costume» assaz curioso,que consiste em enterrar os pais na vinha. Assim, talvez porque os Turcos considerem o chão da vinha, mais sagrado, dado que o regam com o suor do seu rosto, se por amor ao homem que, por ter dedicado a vida a tratar as videiras, merece repousar eternamente entre elas, assim homenageiam de uma "penada", o homem, a terra e a natureza, borrifando-se para o materialísmo das joias... prioridades!!!
;)))

Suzana Toscano disse...

Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma...mas transformar cinzas em corais já exige muita imaginação!