Número total de visualizações de página

domingo, 3 de maio de 2009

A expulsão

"...Se são apenas simpatizantes, o partido nada poderá contra eles, mas, se são militantes, sim, poderá. Por exemplo, expulsá-los...", palavras de José Saramago no DN de hoje, referindo-se aos agressores de Vital Moreira.
Em 1975, José Saramago agrediu 20 jornalistas ao saneá-los, por motivos políticos, da redacção do DN, em que era Sub-Director em título, mas onde detinha o verdadeiro poder. Com tal saneamento, Saramago agrediu gravemente a democracia e a liberdade de informação em Portugal.
Ainda estamos à espera que o Partido demita Saramago.

4 comentários:

JM Ferreira de Almeida disse...

Meu caro Pinho Cardão, quem mais do que Saramago tem a autoridade para expulsar ou pedir a expulsão, treinado como está na exclusão dos que não partilham das suas ideias?

Luis Melo disse...

Olha para o que eu digo, não para o que eu faço... é sempre bom seguir esta velha máxima... não é Sr. Saramago?

Nuno Petinga disse...

alguém se esqueceu mas a lógica comunista não é propriamente uma lógica muito democrática. Reza qq coisa do estilo "o que é meu é meu e o que é teu é nosso"... Mas no fim sou eu que mando...

não percebo porque teimam em bater nos ideais de extrema direita e não proibem também os de extrema esquerda...

que aqui fique claro que não advogo nenhum dos dois...

Váde Retro...

Nuno Castelo-Branco disse...

Isso é o que o vendido (aos espanhóis, depois do fim da teta russa) diz agora. Lá bem fundo, ele gosta é do método Nagan: tiro na nuca, uma cova e a plantação de uma laranjeira por cima. Questões ecológicas, como é evidente...