Número total de visualizações de página

domingo, 16 de setembro de 2012

Grande manifestação...

... da avifauna na Lagoa Pequena, pertinho de Lisboa. Patos, galeirões, garbosas garças cinzentas saíram em massa, mostrando-se ali, a quem passava na estrada nacional, resistindo assim à ordem do ICNB que decretou, naquele sítio e noutros, que quem quer ver e sentir natureza, paga. A manifestação, felizmente, pautou-se por grande agitação, o que, dificultando a recolha de imagens, sublinhou o protesto.


8 comentários:

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

José Mário
Ora aí está uma manifestação que bem que merecia uma reportagem televisiva. Acho eu!

Robert Musil disse...

Se enterrar ainda mais fundo a cabeça no lodo, vai ver ao perto (muito ao perto) minhocas e congéneres a passearem-lhe pelas órbitas, em manifestação de um silêncio rastejante... Será a maioria silenciosa?
Em caso de desespero miudinho (sintomatologia decorrente do divórcio grave entre o mundo mental e o mundo real), há sempre a hipótese de uma análise microscópica das fezes de camelo - o microorganismo político será refúgio para os ressentidos do mundo macroscópico.

JM Ferreira de Almeida disse...

Meu caro Robert Musil, posso perguntar-lhe o que anda a tomar? Convém que se saiba não vá algum dos que por aqui passam consumir disso inadvertidamente...

Suzana Toscano disse...

Pela fotografia parece mais uma greve de protesto da maioria silenciosa da fauna por quererem cobrar a quem quer ver a sua beleza...

JM Ferreira de Almeida disse...

Parece impossível, Suzana, mas a verdade é que colocam um guarda da natureza junto à vedação a cobrar 2 euros e picos para poder observar a avifauna numa zona perfeitamente acessível. Pela ausência de movimento concluo que a receita não dá para pagar ao funcionário que, coitado, se esponja numa carrinha todo o santo dia e vai dizendo a quem se indigna que não é ele que faz as leis. Mas para além dessa deseconomia (mais uma) faz-me muita impressão que os responsáveis não percebam esta verdade límpida; só conserva e protege quem conhece.
Afastam as pessoas do conhecimento e depois lamentam que não haja interesse pela proteção da natureza.

Robert Musil disse...

Tomo uma dose diária de impaciência. Recomendo! Indisciplina as almas...

JM Ferreira de Almeida disse...

Consulte urgentemente o seu médico assistente, Robert. É que aparenta sintomas de tendência para a agressão em casa alheia, e isso não é bom.

Suzana Toscano disse...

Caro José Mário, mais uma das nossas idiossincrasias, pagamos a uma pessoa para garantir que ninguém se aproxima do que deve ser visto, só mesmo os muito esclarecidos e que já sabem que vale a pena é que não dão meia volta e seguem para outras paragens. Absurdo e maníaco, diria eu, a tara de levantar obstáculo à possibilidade de interesse.