Número total de visualizações de página

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Afinal havia outra ... cassete.

Uma vez mais António José Seguro na SIC perorando sobre as alternativas do PS à política de austeridade. Não posso deixar de pensar que Portugal merece melhor sorte, tem direito um líder da oposição mais consistente. Seguro continua com o discurso do crescimento económico imaginando que a economia é um insuflável: sopra-se e cresce. Enfim...

10 comentários:

Pinho Cardão disse...

Imagem perfeita, caro Ferreira de Almeida, essa da economia do sopra e cresce!...
Também é a economia da aposta, da aposta no crescimento. Vai-se ao casino, carrega-se no botão da máquina ou aposta-se num número, e já está.
Enfim...triste fim.

Bonaparte disse...



Por que vês tu, pois, o argueiro no olho do teu irmão, e não vês a trave no teu olho? Ou como dizes a teu irmão: Deixa-me tirar-te do teu olho o argueiro, quando tens no teu uma trave? Hipócrita, tira primeira a trave do teu olho, e então verás como hás de tirar o argueiro do olho de teu irmão. (Mateus, VII: 3-5).

Suzana Toscano disse...

Não há nada como calçar os sapatos da governação para mudarem os discursos.O que tem que ser tem muita força. Enfim...

Bartolomeu disse...

Deve ter sido por tanto soprar, tentando que a economia cresça, que o líder da oposição se mostrou ontem na entrevista televisiva, com os lábios tão vermelhos... cheguei a pensar que seria baton, afinal, enganei-me...

Margarida Corrêa de Aguiar disse...

Mas questionado sobre quais as medidas concretas para o crescimento económico vem a resposta: é ao governo que compete governar. Um cenário muito esperançoso, José Mário.

Gonçalo disse...

Temo bem que não deverá ser assim...
http://existenciasustentada.blogspot.com/2010/11/6-desenvolvimento.html

murphy disse...

AJ Seguro (não sou de desejar mal a ninguém) numa consulta médica, deverá ser algo assim:

- Dr., esta gripe é mesmo séria, nem o antibiótico do costume parece resolver o problema!

- Meu caro amigo, então teremos de recorrer a algo mais forte… mas digo-lhe já que poderá ter efeitos secundários.

- Como assim?

- O tratamento será de 15 dias e até lá é natural que estômago, fígado, etc., se ressintam…

- Desculpe Dr., mas assim, não! Não pactuo com antibióticos excessivos!

- Mas então…

- Desculpe, mas esse foi o seu caminho Dr., eu sempre defendi medicamentos que estimulem as defesas imunitárias! Pela via do crescimento dos mecanismos de defesa do organismo, e não pelo seu caminho, o meu estado de saúde seria bem melhor!

-...

Carlos Monteiro disse...

A minha cara Suzana Toscano agora disse tudo! Mas escusam é de nos enganar nas campanhas com aquelas coisas de serem sempres os mesmos, e uma gordura aqui e outra acolá...

(c) P.A.S. Pedro Almeida Sande disse...


Só uma pergunta ao ilustre painel. A alusão a Manuela Ferreira Leite como convidada é publicidade enganosa?

JM Ferreira de Almeida disse...

Tem estado desatento, meu caro PAS. À nota que publicámos sobre o "estatuto" dos nossos convidados, e ao que a Dra Manuela já escreveu neste blogue. Por mero acaso, dos convidados foi a que escreveu mais.