Número total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Colares, 11 de novembro, 8 anos depois


Esta primeira foto documenta o Grande Organizador. Com esta histórica captação de imagem de Pinho Cardão em ação, faz-se prova da chamada de todos os quarto-republicanos ao quartel general episodicamente assente em Nafarros (não onde pensam...), mas logo deslocado para Colares, com vista à celebração dos gloriosos 8 anos de vida do 4R assinalados aqui, e realização da reunião magna de preparação do futuro.
Entre muitas e importantes deliberações em dia de S. Martinho com a ordem de trabalhos onde não faltou o que é imperioso ter neste dia, ficou decidido continuar com a revolucionária tradição de liderança multicéfala do 4R, na senda deste combate sem tréguas contra a "anarquia mansa" que tolhe o País.
Esta outra foto regista o momento mais acalorado da discussão sobre a estratégia da luta para os próximos 8 anos, prévio à castanhada que não poderia faltar entre assumidos revolucionários.


10 comentários:

Bartolomeu disse...

Observando com atenção a segunda foto, diria que o caro Dr. José Mário, de taco em punho, fazendo lembrar... D. Afonso Henriques, estará a apresentar aos restantes «quart'inhas» a estratégia que visa terminar a tal... "coisa mansa" que nos tolhe «A gente vai-se a eles de pau em riste, e corre-os à tacada».
Face a esta estratégia, o caro Dr. T. Moreira, parece estar a reflectir: sim, a ideia não me desagrada, mas... e depois? quem é que vai pagar aos bancos?
O Prof. David Justino, exibindo um sorriso bonómico, parece estar a dizer: Cuidado como esgrime a vara, caro Ferreira, olhe que ainda vaza uma vista a alguém.
A Drª Suzana, se não está a dizer, parece: deixem-se de fantasias, vamos mas é partir imediatamente para a constituição de uma quinta república; uma quarta já está desaproveitada no tempo.
O Dr. Pinho Cardão, parece estar mais preocupado em ver se não lhe empenam o taco... é que... jogar snooker com o taco empenado, torna-se muito mais difícil acertar com as bolas nos buracos.
;)))
Espero que os caros amigos tenham aproveitado excelentemente esse tempo de confraternização!

JM Ferreira de Almeida disse...

:)

Tonibler disse...

Parabéns (atrasados) pelo aniversário!

Suzana Toscano disse...

Caro Bartolomeu, muito bem, aí está uma razão pela qual as fotos são perigosas, um bom observador pode decifrar muita coisa! Mas o taco na mão do nosso companheiro José Mário foi a batuta que tinha à mão para orquestrar os próximos 8 anos dentro da harmonia e espírito construtivo que, com os nossos comentadores, aqui fomos mantendo. Na parte que me toca, o caro Bartolomeu até que me deu uma boa ideia, o melhor mesmo é passarmos à frente,que assim não vamos a lado nenhum :)
Obrigada pela sua presença sempre tão interessante e activa neste grupo de "revolucionários"!Temos para mais 8 anos e não sei quantas repúblicas :)

JM Ferreira de Almeida disse...

Suzana, o nosso caro Bartolomeu já deu sobejas provas do sua particular inclinação para a mais fina ficção :).
Não queira a minha estimada Amiga entrar em competição com o nosso ilustre comentador...

jotaC disse...

Então parabéns (atrasados), e muitos anos de vida ;)

Pois, não fora o ar sorridente do dos convivas, diria que o powerpoint sobre a estratégia a seguir, estava difícil de perceber, considerando o comprimento do apontador :)))

Bartolomeu disse...

Neste momento, no nosso país, caro Dr. José Mário, tornou-se difícil distinguir a ficção da realidade.
E por vezes, a distância que separa a ficção da loucura, é curtíssima.
O que nos permite não entrar nesse limbo rodopiante, é manter a capacidade de acreditar. Acreditar em algo concreto e coerente, algo que faça parte de nós e que ao mesmo tempo, seja o nosso objectivo a atingir; a confiança e o valor do outro, daquele que em conjunto faz renascer a força de avançar e renovar.
;)

Pinho Cardão disse...

Diz o Ferreira de Almeida, e muito bem que continuamos "com a revolucionária tradição de liderança multicéfala do 4R". Ora nem mais. Creio mesmo que é o único caso de uma orquestra em que todos mandam no programa, todos empunham a batuta, todos tocam por um guião inexistente, mas presente, e ninguém desafina. Esta a grande originalidade do 4R.
Quanto ao taco referido pelo Bartolomeu, pois não era um taco, era uma bandarilha. Que vai distribuindo farpas por aqui e por ali. Não por pessoas, mas por atitudes, mas sem aleijar ninguém, somos todos bem humanistas.
Pois um abraço a todos, autores, comentadores, visitantes de um dia ou de todas as horas.

Bartolomeu disse...

Caro Dr. Pinho Cardão;
Propositadamente, não "peguei" nessa coisa da liderança multicéfala, por me parecer que começou a ser moda... por enquanto, localizada lá pelos lados dos "blocos" mas pelo que vejo, com tendência a "alastrar".
De qualquer modo, não simpatizo com o conceito de "liderança", acho-o extremamente falível, sou mais pró-anarca, na linha do "tudo ao molho e fé em Deus", aliás, aquilo que me parece ser a estratégia geral vigente.
O taco não era um taco? Foi refundado?
E eu pensava que Colares seeria o último baluarte contra estas "modernices"...
;)))

Suzana Toscano disse...

Não, não, caro Bartolomeu, em Colares~não há refundações, nós concentramo-nos em não deixar afundar :)